Como tirar a minha ideia do papel
[editar artigo]

Como tirar a minha ideia do papel

Ter uma ideia para um negócio não é muito simples, mas com um pouco de exercício de criatividade podem surgir varia ideias inovadoras. A pergunta agora é: como tirar a minha ideia do papel? Veja o que o Projeto Jovem Empresário tem para lhe dizer.

Bom, em primeiro lugar não tem mágica para se ter uma ideia. Tem que ser um exercício de estímulo a criatividade. A partir do momento em que tiramos o nosso pensamento da zona de conforto, acreditem, o nosso cérebro passa a pensar criativamente para gerar uma solução. Claro que nem todas as nossas ideias são espetaculares ou podem ser realmente uma boa ideia, mas é muito melhor ter várias opções para se trabalhar do que nenhuma.

Um dos principais estímulos da criatividade, se não o principal, é quando se propõem um problema para ser resolvido, e isto pode ser uma primeira saída para novas ideias. Defina um mercado, escolha um consumidor em potencial, separe um nicho específico e identifique um problema a ser resolvido. Com base nesta provocação, você estimulará o seu cérebro a gerar soluções. Pronto, temos ideias.

É preciso saber escolher a ideia a ser trabalhada, pois como dito anteriormente, nem todas as ideias são boas ou são viáveis para a realidade do mercado que se escolheu. Uma primeira abordagem é olhar o que o mercado já oferece e ver o quanto a sua ideia tem de diferencial. Ideias que não oferecem um diferencial acabam entrando na disputa direta por preços e nesta briga empresas novas tem menos poder de barganha.

Outro ponto a ser observado é com relação a tecnologia empregada. Quanto mais tecnologia, maior potencial de impacto no mercado tem a ideia, porém, maiores serão os investimentos para desenvolvê-la. Nestes casos, avaliar a viabilidade de produzir um produto ou serviço dentro de um preço aceitável pelo mercado é o desafio. A busca por parcerias pode ser uma saída estratégica.

Uma vez escolhida a ideia e a tecnologia a ser aplicada, agora sim é hora de tirar a ideia do papel, do virtual para o real. Nenhuma ideia se concretiza sem um planejamento, portanto, a primeira fase é organizar a ideia, todas as suas etapas e processos dentro de prazos e metas bem definidos. O uso de algumas técnicas pode auxiliar. Atualmente, a técnica de “Design Thinking” tem sido largamente aplicada para desenvolver novas ideias e estrutura-las para uma implementação.

Tendo realizado um planejamento das fases de implementação da sua ideia, o segundo momento é começar a angariar os recursos necessários. Comece pelo Recurso Humano da própria empresa. O empreendedor é sempre a pessoa mais importante neste processo, mas muitas vezes não é capaz de fazer tudo. Avalie aquilo que você tem mais aptidão de realizar e busque mão de obra especializada na outra parte. Se contratar não é uma opção, ter um sócio pode ser a alternativa.

Outro recurso importante é o financeiro. Saiba muito bem quanto você precisa investir, por quanto tempo e de onde você vai tirar este dinheiro. Não tem recursos próprios, busque recursos de terceiros (investidores, empréstimos, financiamentos), mas faça com cuidado, os juros podem consumir todo o seu faturamento.

O terceiro recurso são os recursos tecnológicos e materiais. Assegure-se de que você terá fornecedores para disponibilizar os recursos materiais na qualidade e quantidade que a sua empresa precisa para crescer. Evite ficar na mão de apenas um único fornecedor, o poder de barganha sempre é um aliado na contenção de despesas. Caso os recursos sejam muito caros e você não tem dinheiro para fazer o aporte, busque parcerias junto aos fornecedores nos termos de permuta.

Por fim, o planejamento com metas e ações definidas e os recursos humanos, financeiros e materiais determinados o que falta é “por a mão na massa”. Trabalho e muito trabalho. Nada acontece sem a força de vontade e a capacidade de trabalho do empreendedor. Este talvez seja o principal mecanismo de ação para tirar a sua ideia do papel. O empreendedor é o ator principal do seu sucesso.

Seja parte desta grande aceleração. A Comunidade Empreendedora tem os melhores mentores com as melhores experiências para compartilhar com você. Participe agora e trabalhe o perfil empreendedor para o seu negócio. E aproveite, quanto mais você trabalhar pelo seu negócio, maior será a sua recompensa.

Aproveite também a parceria com nosso ecossistema empreendedor, compartilhe agora e comece a colher as recompensas de ser um membro da Comunidade Empreendedora.

Projeto Jovem Empresario
Projeto Jovem Empresario Seguir

Projeto Jovem Empresario

Continue lendo
Indicados para você