E-commerce: vale a pena entrar nessa?
[editar artigo]

E-commerce: vale a pena entrar nessa?

Numa época digital, muitos empreendedores estão levando as suas lojas para o mundo virtual. Saiba os cuidados que você precisa ter.

Não precisa de loja física, não precisa de vendedor, não precisa de filial e ainda funciona em todo o país 24 horas por dia. Uau, isso é muito bom. Mas não se iluda, ter uma loja virtual também tem os seus problemas, e ninguém fala disso. Quer saber um pouco mais? Veja os tópicos que separamos e que você precisa tomar muito cuidado.

Produto: Bom, vamos lá. Escolha bem o produto que quer vender. Embora qualquer coisa possa ser vendida pela internet, nem todo produto vale a pena ser vendido pela internet. Produto perecível pode estragar. Produto frágil pode quebrar. Produto grande custa caro entregar. Escolhido o produto, faça uma boa pesquisa de mercado, analise principalmente a concorrência e veja se você pode entrar nessa briga com um produto com preço acessível e que lhe traga rentabilidade. Coisas que você não pode esquecer:  a entrega também custa, é preciso ter um estoque, tire fotos que valorizem a imagem do produto.

Estrutura da loja virtual: Toda loja virtual precisa de uma estrutura digital para dar suporte e várias empresas oferecem esse suporte no mercado. Se pensa em comprar um sistema pronto, faça uma boa pesquisa de preços, avalie os prós e contras e pesquise, principalmente, por reclamações na internet. Se você pretende criar o seu próprio sistema, ótimo, mas saiba que precisará de um suporte técnico 24hs por dia e de uma pessoa no negócio que entenda muito de programação. Uma dica: pese a escolha pela confiabilidade e segurança.

Segurança do sistema de pagamentos: Na loja virtual todo o sistema de pagamentos ocorre de maneira digital, portanto, é preciso que o sistema de pagamentos seja estável e principalmente muito seguro. Existem diversos sistemas digitais de pagamento hoje disponíveis no mercado e a escolha pode ser bem difícil. Mas podemos deixar alguns itens fundamentais para auxiliar a decisão. Escolha o sistema que: entregar maior segurança; oferecer mais opções de pagamento; cobrar as menores taxas; facilitar a gestão de pagamentos e transferências.

Sistema de entregas: Mais do que vender na internet, o seu desafio será entregar o seu produto em perfeitas condições, no menor tempo possível, no local estabelecido pelo cliente. Mas lembre-se, este local pode ser o seu bairro, a sua cidade, o seu estado ou qualquer lugar do Brasil. Estabeleça uma parceria com uma transportadora que lhe garanta contratualmente os prazos de entrega. Dependendo do custo do seu produto, é interessante optar também pelo seguro. Sempre existe a opção tradicional dos correios, mas ela pode não ser a mais barata, e custo de entrega pode ser um problema para o seu cliente. Se possível, trabalhe com mais de uma opção e adote a retirada no local somente se a sua empresa tiver um local seguro e apropriado para tal. Importante: estabeleça todas as garantias e prazos de entrega em contrato.

Marketing Digital: Quando para a maioria das empresas o marketing digital é uma alternativa para aumentar o número de clientes, para o e-commerce esta é a única opção. Seu cliente está online, e assim como você, existem milhares de outras opções circulando no mundo digital. Como fazer para que seu produto ganhe visibilidade? Investimento pesado em impulsionamento de campanhas em mídia social e sites patrocinados e campanhas muito bem desenhadas. Tenha o auxílio de um bom profissional de design ou um publicitário. 

E você, tem alguma experiência de e-commerce para nos contar? Quer divulgar seu produto conosco? A sua opinião pode valer muito para quem está pensando em abrir a própria loja virtual. Compartilhe agora e comece a colheras recompensas de ser um membro da Comunidade Empreendedora.

 

Projeto Jovem Empresario
Projeto Jovem Empresario Seguir

Projeto Jovem Empresario

Continue lendo
Indicados para você