Os espaços e seus estímulos
[editar artigo]

Os espaços e seus estímulos

Os espaços são ambientes onde se promovem todas as nossas atividades. São neles onde vivemos e desenvolvemos nossas funções: dormir, trabalhar, se divertir, passear, comer entre outras. A ligação entre a qualidade dos espaços e suas funções são essenciais para que eles estimulem o desenvolvimento da sua atividade em alta performance.

Um quarto bem planejado pode favorecer ao bom descanso, um escritório funcional promove a produtividade, um ponto de vendas bem projetado estimulam as vendas, uma cozinha organizada permite a eficiência, uma casa bem planejada favorece a união familiar e a aproximação das pessoas... E porque ainda quase 70% da população brasileira ao construir não contrata um profissional?

O engraçado é que quando andamos pela cidade de ônibus, a pé ou de carro, logo percebemos quando uma mudança feita na cidade, praça, calçada ou rua não teve acompanhamento de um especialista, pois é fácil de perceber a dificuldade na locomoção, causa um stress no cérebro por conta da dificuldade de leitura. Será que essa percepção não pode ser estendida para uma residência, loja, ou qualquer outro espaço?

Um espaço projetado por um profissional, se torna organizado e sendo de fácil entendimento, assim o cérebro consegue fazer uma leitura mais rápida o que faz com que o stress baixe e os cinco sentidos do corpo entram em prática de forma natural. Esses estímulos nos fazem sentir o ambiente e ter uma reação sobre eles. Muitos desses estímulos podem ser esperados, calculados e parametrizados, quando levamos em conta certos critérios de projeto. Por isso contratar um bom profissional faz toda a diferença.

Estamos entrando numa era onde a doença do século é a depressão, e acredito que um dos fatores, não primordial, porém essencial são os ambientes frios, com falta de estímulos, sem histórias, sem personalidade onde a pessoa não consegue se identificar, nem se sentir parte daquele mundo, iniciando um busca continua por significados e enquadramento num mundo cada vez mais padronizado e industrializado. E se pensarmos que cada ser é único e o que vemos é cada vez mais coisas iguais, senso comum, podemos dizer que estamos caminhando para a falta de personalidade. Moramos assim e vivemos assim por que queremos? Ou vivemos assim por que nos adaptamos ao que nos foi imposto?

A reflexão sempre é o melhor caminho para o autoconhecimento e a descoberta de como queremos viver dentro dos espaços.

Tatiane Dias
Tatiane Dias Seguir

Sou arquiteta formada pela Unifil Londrina, com pós graduação em iluminação e arquitetura de interiores. Atuo no mercado desde 2010 sempre com foco em arquitetura residencial.

Continue lendo
Indicados para você