{{ warning.message }} Ver detalhes
Post
Link
Pergunta
Precificação: a prática
[editar artigo]

Precificação: a prática

O conteúdo você já viu, a planilha você já acessou. Agora, como é criar o seu preço na prática? Leia e compartilhe suas experiências também.

Como vimos no artigo sobre formação do preço devemos levar em consideração ao menos 5 fatores essenciais: custo, remuneração, concorrência, consumidor e valor agregado.  Para ajudar, também apresentamos uma planilha para auxiliar na formação do preço e no artigo do mentor Guto Köech  ele apresenta o valor do conceito na formação do preço. Agora, vamos ver algumas experiências que vivenciamos nesta prática de formação de preços de produtos e serviços.

Para a empresa mentorada Môdeola, que está entrando no mercado agora com um novo conceito de marca e uma linha de produtos exclusivos, faltavam parâmetros de mercado. A concorrência não oferece o mesmo produto e a marca ainda não está consolidada no mercado. Ela fez a lição de casa, quantificou seus custos direitinho e usou a estratégia de preço definida pela margem de lucro sobre o custo dos produtos. Seu produto trabalha com diferencial e valor agregado, e a gora já está estudando a estratégia de MarkUp para seus preços.

 

Para a Rubber BR, que oferece um produto de alto padrão e importado, a primeira saída também foi baseada na margem de lucro sobre o custo, mas perceberam que não estava adequada. Buscaram pesquisas de mercado e conheceram muito bem a concorrência e hoje, apesar de ainda utilizar a margem de lucro, trabalham com planos de venda diferenciados e maior variedade de produtos. No fim das contas, o mercado é o termômetro do preço para eles.

 

Para a Zed Sol & Grau, a estratégia de preço está em cima do valor agregado. Antes, trabalhando com o mercado e com uma margem de lucro, utilizava a estratégia do desconto para fechar negócio. Acabava com isto perdendo sua margem de lucro. Hoje, reestruturou o seu plano de preços e trabalha agora com a percepção do cliente em cima do valor agregado. Elevou suas margens de lucro e agora passa para o cliente uma imagem de produto com mais valor do que antes.

 

Para a ICOP, que trabalha com os preços desde 2012, o processo de aprendizagem sobre o mercado e a mentoria foram fundamentais. A concorrência e o perfil dos clientes foram balizadores dos preços até então, e com a ajuda da mentoria estabeleceram uma nova estratégia para 2018: concorrentes e mercado + custos + perfil clientes. E o reajuste do preço não assustou os clientes, foi necessário apenas mostrar o diferencial que oferecem perante o mercado.

 

Está com dificuldades em formar seu preço de vendas? O Projeto Jovem Empresário pode ajudar você. Na Comunidade Empreendedora você participar do programa de benefícios que sorteia horas de consultoria com nossos mentores especializados. Quanto mais você participa, maiores são as suas chances. Compartilhe agora e comece a colher as recompensas de ser um membro da Comunidade Empreendedora.

 

Projeto Jovem Empresario

Projeto Jovem Empresario

Projeto Jovem Empresario

Fique informado sobre as novidades da comunidade
Cadastre-se aqui
Gostou desse artigo? Escreva o seu também!
Nova publicação

Continue lendo!

Cadastre-se gratuitamente e tenha acesso
aos conteúdos exclusivos.

Entrar